Recent Posts
Featured Posts

Auditorias Internas avaliam mais do que a conformidade

As auditorias internas são importantes não só para avaliar a conformidade do sistema de gestão com a norma, mas também para saber se o que está planeado está de facto a ser executado. Muitas das ações de melhoria são lançadas com base nos resultados dos indicadores de desempenho, mas a gestão lança ações assumindo que as operações seguem o planeado nos processos documentados. Quando isto não acontece as ações são implementadas em processos que são uma ficção, com grande probabilidade de obtenção de uma eficácia muito limitada. Os próprios indicadores estão a medir o desempenho de um processo que não é real, o que os torna pouco úteis.

Dois tipos de ação corretiva para esta situação

Se a identificação em auditoria de operações diferentes do planeado no processo documentado, ocorre por desconhecimento dos colaboradores, o que é negativo, ou se ocorre por alterações de melhoria não documentadas, o que pode ser positivo, deve levar a uma de duas ações corretivas:

  • Alteração da prática levada a cabo pelos operadores, divergente do processo documentado;

  • Alteração do processo documentado, para incorporar boa prática existente;

Quando as operações são desempenhadas de acordo com o planeado nos sistemas de gestão os indicadores têm significado e as ações de melhoria propostas pela gestão são reais.

Follow Us
Search By Tags
Archive
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Social Icon